“MP do Futebol será o primeiro passo para a moralização do esporte”, afirma Domingos Neto

Para o deputado, a medida vai permitir que os clubes tenham condições de cumprir suas obrigações.

07/07/2015 às 20:45:00 | 184 visualizações

Durante a discussão da MP do Futebol (Medida Provisória 671/15), agora há pouco, o líder do PROS, deputado Domingos Neto (CE), afirmou que faz muito tempo que o Brasil vem perdendo sua marca principal como “país do futebol”. “O tema futebol deixou de ser destaque nas páginas do esporte para figurar nas páginas policiais. O Congresso vem hoje se posicionar em relação a um tema de grande importância para o País”, ressaltou.  

Para o parlamentar, além de propor alternativas para as dívidas dos clubes, a medida vai permitir que o País tenha  um futebol mais organizado e responsável.  “Com um modelo de parcelamento, os clubes terão condições de atender e cumprir suas obrigações. Além disso, a aprovação da medida, com o estabelecimento de penalidades rígidas, como, por exemplo, o rebaixamento de divisão, será o primeiro passo para que o Congresso consiga contribuir para a moralização do esporte”, comentou o líder.

Não esperamos apenas resolver os problemas dos clubes, mas o futebol brasileiro precisa muito fortalecer suas instituições, para ter o respaldo que o povo exige”, completou o deputado, que defende o dever do Estado de regular o mercado do futebol.

Segundo o deputado informou, o relator da proposta, deputado Otávio Leite (PSDB-RJ) acatou três emendas de sua autoria ao projeto. Uma delas estabelece que os custos com folha de pagamento e direitos de imagem de atletas profissionais de futebol não superem 80% da receita bruta anual do clube. As outras duas tratavam da vedação de contratos com empresas do próprio dirigente.

“Além de tratar da dívida dos clubes, o que se está fazendo aqui é tentar implementar uma maior organização e maior reponsabilidade para o futebol brasileiro”, disse. 

Com informações da Agência Câmara. 

 

Redação PROS na Câmara

Sem tags