Comissão de Cultura aprova projeto que confere a Cerro Azul título de “Capital Nacional da Poncã”

“A concessão do título serve de referência de identidade ao município para a captação de recursos e investimentos à cultura da ponkan e ao agronegócio”, comemora o deputado e autor do projeto, Toninho Wandscheer.

07/12/2021 às 16:21:50 | 332 visualizações

A Comissão de Cultura aprovou, nesta terça-feira (7), o Projeto de Lei 10704/18, de autoria do deputado Toninho Wandscheer (PR), que confere ao município de Cerro Azul, no Paraná, o título de “Capital Nacional da Ponkan”. O município é conhecido como o principal polo produtor de ponkan, uma espécie de tangerina, sendo responsável por quase metade da produção no estado do Paraná.

“A concessão do título serve de referência de identidade ao município de Cerro Azul para a captação de recursos e investimentos à cultura da ponkan e ao agronegócio”, afirma o deputado.

Segundo dados do IBGE, em 2016, a produção nacional de tangerinas foi de 997.933 toneladas, sendo a paranaense 169.648 toneladas. Deste total, 46% foi produzido somente no município de Cerro Azul.

Ponkan (Citrus reticulata)
A ponkan se origina da espécie Citrus reticulata, de onde surge também a maioria dos outros tipos de tangerinas. Em 2018, Cerro Azul foi reconhecida como Capital Paranaense da Ponkan por meio da Lei Estadual nº 19.529/18.

A única alteração apresentada pelo relator da proposta na comissão, deputado Diego Garcia (PODE-PR), refere-se à grafia do nome do fruto. O relator sugeriu que o nome fosse escrito da forma admitida oficialmente na língua portuguesa "poncã". Diego Garcia afirmou que o projeto estimula o aumento da safra e prolonga a oferta da fruta no mercado, e garante a segurança na produção, o que beneficiará produtores e consumidores.

O projeto segue para análise da Comissão de Constituição e Justiça.

Redação PROS na Câmara