Comissão debate prevenção e combate ao câncer infantil

”Setembro é o mês de conscientização e combate ao câncer infanto-juvenil. Precisamos ter ações rápidas e eficientes para garantir que haja o diagnóstico precoce e tratamento necessário para esses jovens”, afirma o deputado Weliton Prado.

27/09/2021 às 14:25:47 | 167 visualizações

A Comissão Especial de Combate ao Câncer (Cecancer), presidida pelo deputado Weliton Prado (MG), realizou audiência pública para debater medidas necessárias para aumentar as chances de cura de crianças e adolescentes diagnosticadas com câncer.

“Setembro é o mês de conscientização e combate ao câncer infanto-juvenil, doença que mais mata nossas crianças e jovens com menos de 19 anos. Mas com o diagnóstico precoce, as chances de cura sobem pra 70%”, afirma Prado.

Um dos fatores apontados pelos convidados é a falta de capacitação dos profissionais da saúde para identificar os sintomas nesse público. Dados apontam que, no mundo, cerca de 300 mil crianças são diagnosticadas com câncer por ano. No Brasil, o Instituto Nacional do Câncer – INCA – aponta quase 9 mil registros. Os especialistas dizem que os casos estão sujeitos a subnotificação e os números devem ser bem maiores.

Os convidados também destacaram que o câncer infantil deve ser analisado e tratado de acordo com suas especificidades. Nas crianças e adolescentes, a doença tem relação ao fator genético ou metabólico e os sintomas são mais complexos e se confundem com doenças comuns.

“Acabo de vivenciar a angústia da família de um paciente de 6 anos com câncer detectado tardiamente e que não resistiu à doença. Precisamos ter ações rápidas e eficientes para garantir que haja o diagnóstico precoce e tratamento necessário para esses jovens”, defende o deputado.

Com informações da assessoria do parlamentar

Redação PROS na Câmara