Bancada do PROS votou a favor da manutenção do veto de reajustes

“A manutenção do veto a reajustes mostra compromisso do Congresso com controle de gastos públicos”, explica o deputado e Líder da Bancada Acácio Favacho.

20/08/2020 às 22:31:21 | 206 visualizações

A Câmara dos Deputados, em sessão do Congresso Nacional, nesta quinta-feira (20) manteve o veto presidencial à suspensão de reajustes salariais até 2021. Após articulação entre lideranças e o Governo Federal, a Bancada do PROS votou majoritariamente por entender que o posicionamento foi uma demonstração de que o Congresso Nacional quer modernizar o Estado brasileiro e controlar o gasto público.

Em contrapartida, temos os recursos pelo Governo Federal de R$ 125 bilhões aos estados e aos municípios em razão da pandemia do Covid. Desse total, R$ 60 bilhões são em dinheiro novo e o restante na forma de adiamento de dívidas com a União.

Para o deputado e Líder da Bancada do PROS, Acácio Favacho (AP), “Nosso compromisso é pela sociedade, este é um momento delicado, precisamos ter consciência financeira pelo nosso país”, explica o deputado.

A Bancada entende que para viabilizar o auxílio aos estados e municípios o Governo que estima-se custar cerca de R$ 130 bilhões e o auxílio emergencial que custa em torno de R$ 50 bi por mês, é necessária uma consciência financeira.

“Este não é um momento para ideologias ou ideologias, após reuniões e articulações entendemos que esta foi a melhor decisão para não agravar mais ainda uma crise financeira no nosso país”, afirma o deputado.

Redação PROS na Câmara