Capitão Wagner debaterá Programa de Segurança a ser implementado no Ceará

“O Ceará foi referência negativa durante um grande período, tendo a capital como a cidade mais violenta do País, e hoje vive um momento diferente no qual houve uma redução de mais 50% no número de homicídios. A gente precisa entender o que aconteceu de fato para replicar esse modelo – no que acertou – em outros estados e cidades”, explica o deputado Capitão Wagner.

21/10/2019 às 14:59:10 | 92 visualizações



Nesta quarta-feira (23), a Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara dos Deputados irá discutir o Programa de Segurança Pública a ser implementado no Estado do Ceará. A audiência pública contará com a presença do secretário de Segurança do Estado, André Costa; do secretário da Administração Penitenciária, Luís Mauro Albuquerque, entre outros convidados. O deputado federal Capitão Wagner (CE), membro titular da comissão, destaca que o debate é de extrema importância para pontuar os erros e acertos na área de segurança.

“O Ceará foi referência negativa durante um grande período, tendo a capital como a cidade mais violenta do País, e hoje vive um momento diferente no qual houve uma redução de mais 50% no número de homicídios. A gente precisa entender o que aconteceu de fato para replicar esse modelo – no que acertou – em outros estados e cidades”, explica o deputado.

Está confirmado ainda o superintendente da Superintendência de Pesquisa e Estratégia de Segurança Pública (SUPESP), Aloísio Lira; o professor e coordenador do Programa de Mestrado e Doutorado do Departamento de Computação da Universidade Federal do Ceará, Dr. José Antônio Fernandes Macedo; e o diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Adriano Marcos Furtado.

A reunião da comissão ocorrerá no Plenário 06 do anexo II, a partir das 16h30.

Redação PROS na Câmara